Lucas & Carol – Dia 21

To viva!

—————————-

DIA 21

Eles discutem a filosofia por trás de Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. Ele não consegue entender Clementine de jeito algum e ela insiste que essa é a ideia, porque Clem, na verdade, é muito fácil de entender. Ela é uma mulher, com suas dúvidas e incertezas, imperfeita. Nas palavras dela mesmo “Apenas uma garota quebrada procurando paz de espírito”.

– Como você possivelmente pode saber essas coisas? – ele exclama confuso.

– Porque! – Carol começa, estendendo os braços como se fosse óbvio. – Ela é como toda mulher do mundo! Maximizada? Sim. Mas basicamente, todo mundo é Clementine e os dilemas pelos quais ela passa são os mesmos.

– Você disse que era Amelie Poulain.

– E qual a diferença, na verdade, Lucas? Observe. – Ela se senta mais confortável, vai provar uma teoria. – Amelie vê o mundo de maneira diferente. Ela quer se justa e consertar pessoas, fazer coisas; mas, acima de tudo, quer ser amada, só que tem medo. Clem vê o mundo diferente. Ela é impulsiva e inconstante, gosta de conhecer pessoas e fazer coisas; mas, acima de tudo, quer ser amada, construir uma família, só que vive sedenta por mudança e tem medo de se entediar. Essas mulheres representam todas nós, porque querem as mesmas coisas que queremos. Está confuso?

– Mais ou menos.

Ela sorri para a cara de quem põe as peças juntas em um quebra-cabeça de Lucas. Após alguns instantes, ele olha para ela.

– Do que você tem medo, C?

Carol fica em silêncio por alguns instantes.

– O mesmo. – diz, num tom calmo e baixo. – Eu tenho vinte e cinco anos e nunca tive uma relação que pudesse chamar de relacionamento. Eu não sei o que isso significa e meu medo é fazer tudo errado, arruinar minhas chances.

E encaixando Amelie e Clementine na figura de Carol ele entende perfeitamente.

——————————
PS: Eternal Sunshine é outro filme que, se você não viu, PFVR VÁ ASSISTIR NOW.

Advertisements

2 responses to “Lucas & Carol – Dia 21

  1. Eu vi esse filme séculos atrás, nem lembro mais. Anyway, é “só isso”, o medo dela é só isso. Só o medo de todo mundo: conseguir ser amado exatamente do modo que é. Great cap, By, as always. (olha eu forjando um inglês fajuto, kk)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s