#ForReal

Ele parece tímido. Talvez seja. Ela não sabe dizer ao certo.

Provavelmente deve tê-lo assustado.

(Mais como “obviamente”)

Não tem problema, ela espera. Porque ele disse que ia pensar, ela espera. Tempo é tudo que tem. E dias depois, quando ele a vê sentada sozinha, ele resolve sentar ao lado dela. Sorri.

“Oi.”

Ela sorri de volta. “Oi.”

“Ta pensando no quê?”

“Bem…” ela diz devagar, calculando as palavras. “Nada, na verdade. Um pouco de saudades do frio e um pouco pensando na morte da bezerra. Coisas do tipo.”

Ele dá risada, fica em silêncio e depois diz.

“Desculpa não conversar com você antes.”

“Tudo bem.”

“É que eu tava pensando.”

“Não tem problema, sério. Tudo que eu disse é verdade, cada palavra.”

Eles ficam em silêncio por um longo período, sem olhar um para o outro.

“Exatamente. Quero dizer, eu não sei o que você espera que aconteça.”

Ela levanta os olhos para ele e sorri.

“Oh, eu gostaria que acontecessem muitas coisas. Mas, na real, não espero que alguma delas aconteça. Às vezes eu gosto de surpresas.” e, levantando-se, ela acrescentou. “Acho que vou comprar um pedaço de bolo.”

Sorrindo, se retirou.

Advertisements

One response to “#ForReal

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s