#alok

Ela sofria de um problema sério chamado “sonhar acordada e imaginar conversas inteiras que nunca ocorreriam na vida real”. Repetia para si mesma que provavelmente iria gostar da supresa que o destilho lhe traria dessa vez, mas nunca tinha certeza absoluta.

E oscilava entre achar que saber do futuro seria uma benção ou maldição.

Lá dentro, ela queria que tudo se resolvesse o mais rápido possível, mas sabia que não era assim que as coisas funcionavam.

Tempo é relativo. Ela não podia esperar que tudo acontecesse quando ela bem queria, era simplesmente errado.

Então ela tentava fazer da paciência e do domínio próprio seus melhores amigos (chegando à cobclusão muitas vezes ao dia que aquela era uma amizade bem turbulenta).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s